Incidência ponderada de casos graves – 16/03/2022

A incidência quinzenal de casos graves de COVID-19 ponderada pela composição da comunidade da UFABC dá uma ideia da probabilidade de uma pessoa da comunidade estar transmitindo a doença. A curva é plotada usando casos hospitalizados acumulados por 15 dias, dividido pela população total. Sabe-se que a incidência total (não só de hospitalizados) é da ordem de 30 a 40 vezes o valor mostrado (a partir de totais de casos aferidos por inquéritos sorológicos no município de São Paulo). Assim, se o índice de risco na escala acima é 2, espera-se que, para cada 1000 pessoas no campus, 7 podem estar contaminadas (0,7%) (as barras de erro vêm da incerteza do nowcasting, que busca compensar o atraso de notificação nas bases de dados). Nossa melhor estimativa é, então, que a fração de pessoas infecciosas na população se encontra numa faixa de 0,1 a 0,4%.
Fonte: Observatório Covid-19 BR, com dados da base SIVEP-Gripe de 2022-03-16.
This entry was posted in incidencia ponderada. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *